Leia mais: http://www.compulsivo.com.br/2008/06/como-habilitar-formulario-de.html#ixzz0v7FJ1bXV Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial No Derivatives Histórias & Cia: Agosto 2009

Histórias & Cia

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Fraldinhas











Hoje mudei o rumo do artesanato... passei o dia todo pintando essas fraldinhas "de cobrir" como diz minha amiga que as encomendou...

Encomendas: R$ 20,00

Beijinhos

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Cachecol rosa

Cachecol rosa

Usei linha Cléia para fazer esse cachecol, não sei exatamente a quantidade, pois usei um novelo já começado, não é necessário muita linha...
O ponto é casinha de abelha e os furinhos eu aprendi no blog da Analu Tear, ela ensina como fazer... não foi fácil, mas eu fui insistente e consegui... ficou lindo! Dei de presente para minha irmã que adora rosa...




Cachecol mesclado


Agora, além de fazer tear, também ensino... está no sangue... estou sempre ensinando alguém fazer algo... coisas de professora...

02 novelos pinguim família
14 pregos
cala: 2,0cm
tamanho: + ou - 2m
Ponto: Arroz duplo


Quem fez foi minha tia, é o primeiro dela... ela se saiu muito bem!! Estou ensinando minha avó também, esta
está fazendo um mesclado de verde que está ficando muito lindo... assim que estiver pronto, postá-lo-ei...

Beijinhos

domingo, 2 de agosto de 2009

Revirando baú





"Você se lembra da cartilha caminho suave?

Se você não foi alfabetizado por ela, pergunte na sua roda de amigos que certamente muitos deles lembrarão. A Cartilha Caminho Suave foi idealizada e criada pela educadora Branca Alves de Lima em 1948, com o intuito de suavizar e facilitar o caminho de crianças e adultos no mundo das letras, como seu nome sugere. Desde sua primeira edição, foi um grande sucesso devido à eficácia de seu método, que associa imagens e letras. Ao longo desses muitos anos, a cartilha conquistou o coração de alunos e professores por tratar da alfabetização de uma maneira simples e inteligente.

Após a reforma do sistema de ensino no Brasil, em 1996, a cartilha foi renovada e ampliada, e paralelamente ao método construtivista adotado na reforma, ela continuou a alfabetizar com objetividade e alegria. Muitos educadores utilizam a cartilha também como material de apoio na garantia de uma alfabetização completa, principalmente na alfabetização de maiores analfabetos e estrangeiros (orientais e árabes, por exemplo), para o aprendizado da língua portuguesa.

Uma cartilha com 60 anos, 127 edições e mais de 40 milhões de brasileiros alfabetizados, dado baseado no número de exemplares vendidos desde sua primeira edição até os dias atuais, realmente tem muita história para contar!"

(fonte: http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-90525672-_JM)



Cachecol trançado

Cachecol trançado

3 novelos de lã pinguim família (40 grs)
cala: 2,5 cm
18 pregos
6 grampos de cabelo ou alfinetes de fralda
Ponto: arroz duplo
Tamanho: 1,60m

Fazer a franja para 18 pregos.
Iniciei com uma barra de 5 carreiras, em seguinda, trabalhei separadamente em 3 partes de 6 pregos cada, até atingirem aproximadamente 1,50m cada.
Depois, tirei cada uma das partes do tear com ajuda de grampos de cabelo, você pode usar também alfinetes de fralda. Em uma superfície reta, trance bem firme o cachecol e coloque os pontos novamente nos pregos, conclua com mais 5 carreiras e finalize com as franjas.
Fica simplesmente deslumbrante!
Esse foi uma encomenda de uma grande amiga minha, ela adorou e eu também!!


Cachecol estampadinho

1 novelo e meio branco e 1 novelo preto de lã pinguim família (40 grs)
cala: 2,5 cm
15 pregos
Ponto: zigue-zague
tamanho: 1,50m

Esse cachecol foi confeccionado com restos de lã, como eu tinha pouca lã preta, menos de um novelo, fiz a franja com mais fios brancos.

Iniciei com uma carreira branca, na segunda carreira, fui com a lã branca e voltei com a lã preta. Na terceira carreira, fui e voltei com a lã branca. Quarta carreira, fui com a lã branca e voltei com a lã preta.
Então, para formar esse desenho, você vai, volta e vai novmente com a branca e retorna com a preta, assim sucessivamente. Finaliza com as franjas.
O resultado foi surpreendente. Fico imaginando ele com outras cores... Esse está à venda... se alguém se interessar, é só deixar o recadinho...



Cachecol atoalhadinho

1 novelo de lã (esqueci o nome, vou pesquisar) (100 grs)
Cala: 3,0cm
12 pregos
Ponto: zigue-zague
tamanho: 1,20cm

Achei linda essa lã, ela dá aparência de toalha. Comprei um novelo e achei que seria suficiente para fazer um cachecol curto (1,50m), mas não deu nem 1,50 e a lã acabou. Fui comprar mais e infelizmente não encontrei a mesma cor, então desmanchei e fiz com 12 pontos, ainda assim ele ficou pequeno, mas eu gostei... ele é bem molinho e quentinho... quem se interessar, está à venda!



Agora, estou tentando fazer um listrado, parece que vai dar certo... Também vi um xadrez, como um tabuleiro de damas, vi de longe, não sei se era tricô, crochê ou tear, ms prometo que vou tentar fazer... Estou adorando tear e inventar coisas... algumas eu copio outras eu adapto e as demais invento...